Cartomantes, Tarot, Astrologia, Runas, Horóscopo e Numerologia.

Cartomancia é o método de adivinhação que usa cartas. Usa-se o baralho para prever o futuro e ajudar nas decisões a serem tomadas. Muito consultada pelos antigos para resolver problemas.

CartomantesAssim como o Tarot, pouco se sabe da origem desse método divinatório e sua vinda para o Ocidente. Estudiosos afirmam que foi através dos ciganos, oriundos da China antiga, onde era um dos métodos mais utilizados pelo imperador S'uen-Ho, em 1120 depois de Cristo, que a Cartomancia chegou até nós. Outros, entretanto, dizem que foi pelas mãos dos árabes, quando dominaram a Península Ibérica.

As cartas da época eram feitas de material rudimentar, com fibras de madeira ou de plantas, e tinham um caráter de consulta mais oracular do que divinatório. Por volta do século XVI), toda a Europa conhecia o real valor das previsões da Cartomancia.

Prova disso são as inumeras pessoas que conhecem e praticam esta arte, passando o conhecimento de geração em geração, apesar de muitas vezes omitido, não revelado por receio de criticas ou preconceitos.

Alvo de uma procura constante, porque o homem sempre teve curiosidade em conhecer o seu futuro, e ter consciencia das melhores opções que lhe avizinham, esta arte não tende a desaparecer mas a expandir-se, como alias, todo o tipo de oráculos, pois o acesso à informação é cada vez maior e as publicações disponiveis no mercado são igualmente crescentes.

Para além deste factor, a noção de que a liberdade religiosa deve ser cumprida, a diversidade cultural e humana muito tem contribuido para uma mescla enorme de escolhas e conhecimentos místicos.

Famosos Cartomantes

Marie Anne Adelaide Lenormand

Uma das mais famosas cartomantes de todos os tempos, Mademoiselle Lenormand foi uma aristocrata francesa nascida em 1772 em Alençon – França. Entre seus clientes encontramos figuras importantes como Robespierre, Napoleão Bonaparte e sua esposa Josephine, entre outras personalidades importantes da época. Mademoiselle Lenormand criou duas versões do baralho Cigano: o Petit Lenormand, considerado um dos melhores sistemas divinatórios, pois é o que dá mais detalhes da vida do consulente, inclusive informações de pessoas e tempo, constituído de 36 cartas, e o Grand Lenormand que possui as mesmas virtudes, no entanto, muito difícil de interpretar.
O povo cigano percebendo as virtudes e praticidade deste baralho passou a usá-lo, difundindo-o por toda a Europa. Tal foi o uso deste baralho entre os ciganos que o seu nome é sempre associado ao povo cigano.
Morreu em 1843 em Paris. Mais ou menos cinqüenta anos após sua morte, foram encontrados os manuscritos e os baralhos deixados por Madame Lenormand e em pouco tempo sua obra foi divulgada alcançando grande sucesso.